domingo, 27 de março de 2016

Platina!

O nome Platina ( Pt ) provém do diminutivo de Prata e foi assim denominada no século XVI quando os exploradores espanhóis descobriram este metal em placers na Colômbia. 

É um membro do grupo da platina e do grupo 10 da tabela periódica dos elementos. A Platina é um elemento muito escasso na crosta terrestre, encontrando-se na proporção de 5 ppm ( parte por milhão , ou seja, por cada quilograma de crosta existem 10 miligramas de platina), e por isso muito valioso.


Platina em forma de pepita, já muito erodida
(http://lemerg.com/652012.html)

Aparece sempre associado a outros minerais, formando ligas, como o ouro, o cobre, o ferro, o níquel e outros ainda do seu grupo ( como o irídio, o paládio, o ródio... ). Pertence ao sistema cúbico, tem uma dureza relativa de 4-4,5, brilho metálico e uma elevada densidade de 21 090 kg/m3.


Platina com ouro
( http://www.goldnuggetsales.com/images/P417A.jpg )


É exactamente a sua elevada densidade responsável pelo seu aparecimento em placers, as suas jazidas. A Platina é libertada das rochas magmáticas em que se encontra, e é arrastada pelas correntes de água dos rios até ser depositada nas margens dos rios ou praias fluviais, quando a força do caudal do rio diminui. Devido ao seu transporte turbulento pelos rios, é comum encontrar-se em pepitas arredondadas com formas globulares, mas também pode apresentar-se como crosta sobre outros minerais ou então formando dendrites. 

Breve esquema explicitando a formação de um placer.
( http://media-2.web.britannica.com
/eb-media/26/1526-004-B5FD325C.jpg )

Graças ao facto de este mineral não se alterar quimicamente perante ácidos, ser de fácil manuseamento em estado puro e não reagir com a maioria dos gases da atmosfera , faz com que seja muito utilizada na joalharia e na indústria tecnológica. 


Pulseira de platina e ouro, com diamantes e safiras.
( https://a.1stdibscdn.com/archivesE/
jewelry/upload/303/157/303_1347124077_2.jpg ) 


Desde pulseiras a anéis, é dos suportes para pedras preciosas mais utilizado, ainda que seja limitada pela dificuldade em conseguir o metal nativo e consequentemente pelo seu elevado preço de mercado. É ainda utilizado em catalisadores ( usados para a obtenção de compostos químicos como o ácido sulfúrico), em materiais militares, na cerâmica, em medicamentos, em próteses médicas e entre outros. 

Um implante : desfribilador cardiovascular.
Imagem que mostra as peças de platina do mesmo.
(http://www.technology.matthey.com/images
/articles/55/2/Woodward-55-2-Apr11-f2.jpg)
A maior parte das jazidas ainda em exploração encontram-se na África do Sul, na Rússia, Canadá e Colômbia. 
Platina no seu estado puro
(http://nevada-outback-gems.com/prospect/
gold_specimen/nugget_platinum02.jpg)

Sem comentários:

Enviar um comentário